Em tempos passados, os enxertadores tinham sido obsequiados com vinho dado pelo patrão, escolhido com critério para que o seu bom nome não virasse mau e no ano seguinte levou o troco: os (mesmos) enxertadores não só recusaram polidamente o vinho, como convidaram o patrão a beber do que traziam e do qual não disfarçavam a preferência. Por educação e respeito disse o patrão que aquele tipo de vinho lhe provocava desarranjos: era «americano» (morangueiro, ou como queiram chamar).

Noutro momento era dia de festa, cantavam as almas e as crianças que não se alimentam de alegrias mas de coisas em concreto exigiram o bolo, as batatas fritas, as pipocas e o chá gelado. Sendo dia de festa, lá apareceu um chá gelado «de marca» que marca branca era para os outros dias, mais normais… («Oh mãe, nós gostamos é do «rafado» já nos habituamos de tal maneira que este «chic» já nem sabe bem…)

Entenda-se: A Qualidade é sempre determinada pelo cliente.

Acontece que a expectativa do mesmo já não se limita à característica ou prestação do serviço ou produto que fornece. Há cada vez mais exigência relativa ao risco que ele corre por escolher um fornecedor que o pode expôr:

  • a notícias de corrupção e suborno;
  • ao risco financeiro e/ou de continuidade do negócio que pode comprometer entregas (temporária ou definitivamente).

Depois há a questão dos modelos de gestão: se estão alinhados com princípios universais e com estes respondem positivamente em termos de Responsabilidade Social e, logo, de Sustentabilidade.

Temos visto com alguma apreensão que empresas que militam na primeira divisão (porque são fornecedoras de clientes de nível mundial com elevados padrões de exigência) muitas vezes nem um armário têm para arrumar «tanta» exigência ao nível da Segurança e Saúde, Ambiente, Qualidade e da Responsabilidade Social (em modo lato). Para nós é evidente que esse armário é a implementação da norma ISO 9001, sendo que a adopção de modelos de gestão das restantes disciplinas muito facilmente se arrumam nos processos do negócio, uma abordagem necessária na adopção da norma de Sistemas de Gestão da Qualidade.

Reflicta então connosco:

  • Estará a sua organização pronta para se manter na 1ª divisão e aspirar mesmo a ser uma organização campeã?
  • Tem uma auditoria de cliente marcada e não antecipa o resultado?

Ajudamos a sua organização a perceber onde está (com um diagnóstico / auditorias internas)

Ajudamos a planear o caminho rumo à sua certificação.

De que é que está à espera?

 

X